Festival de Música integra escola e comunidade em Catu

materia catu

Os estudantes do Colégio Estadual Maria Isabel de Melo Góes (Ceming), localizado na cidade de Catu , estão em contagem regressiva para as férias de final de ano. Para marcar o ano de aprendizados e novas amizades, estudantes, professores, funcionários e comunidade do entorno, participaram, nesta terça-feira (13), do festival musical ‘The Voice do Ceming’, com apresentações individuais e de canto coral.

Para o vice-diretor, Delmaci Ribeiro de Jesus, este é um momento de confraternizar e mostrar a importância da arte na educação. “Além de nos aproximar das famílias e da comunidade que mora no entorno, este é um momento de incentivo para que outros estudantes participem desse movimento. Isso mostra que a escola vai além do contexto de sala de aula”, afirma.

Assim como o professor, Naile dos Santos Lima, 14 anos, estudante do 9º ano do Ensino Fundamental, também acredita que a música extrapola os muros da escola e incentiva a aproximação entre as pessoas. Ela faz parte do Coral Jovens Cantores do Colégio e fala o que o envolvimento com a arte musical representa para a sua vida. “O coral mudou o meu jeito de perceber as coisas. Eu me aproximei dos meus colegas e mostrei o que eu tenho de melhor, o meu canto”, acredita.

Cantando a música ‘Sozinho’, de sua própria autoria, o estudante Vinícius Santos Lessa, 19, do 1º ano do Ensino Médio, participa do projeto Festival Anual da Canção Estudantil (FACE), desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, com etapas escolar, regional e estadual. Ele fez questão de participar da festa de encerramento e exalta o poder da música. “A música expressa os meus sentimentos e me ajuda muito em todas as áreas da minha vida. Quando canto, me sinto livre”, festeja.

materia catu 2materia catu 3

Arte musical nas escolas
Os projetos artísticos desenvolvidos nas escolas diversificam os saberes nos currículos escolares e garantem o direito dos estudantes ao conhecimento e à cultura. O FACE é um projeto pioneiro, de caráter educativo, artístico e cultural, concebido a partir de uma perspectiva abrangente, que promove a participação e o envolvimento dos estudantes no processo de desenvolvimento da arte musical, de criação de canções e de realização de festivais. Já os corais nas escolas são motivados pelo projeto Encante, por meio do qual, os estudantes desenvolvem atividades de iniciação à percepção musical, técnica vocal e dicção, para exercitar a experiência musical, vocal, bem como promover a realização do encontro de corais.