Governador inicia em Alagoinhas encontro com gestores, professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual

O governador Rui Costa inicia, nesta quinta-feira (21), pela cidade de Alagoinhas, o encontro com gestores, professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino. Acompanhado pelo secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, e técnicos da Secretaria, o objetivo é dialogar com os educadores, fazer o levantamento de demandas nas mais diversas áreas, do administrativo ao pedagógico, que embasem o desenvolvimento de ações com foco na melhoria do processo de ensino e aprendizagem dos estudantes.

 

O secretário Jerônimo falou sobre a iniciativa, em entrevista, nesta quarta-feira (20), na Rádio 93 FM, de Alagoinhas. “Essa nossa agenda com o NTE 18, em Alagoinhas, será a primeira de uma série de 27 que vamos fazer. Já na sexta-feira estaremos em Jacobina com o govenador, com os diretores, vice-diretores, professores, coordenadores pedagógicos. A gente vai fazer, na verdade, uma escuta por território, dando continuidade ao que já vinha sendo feito por Pinheiro e sua equipe, para ver quais são os principais desafios que nós temos, para que possamos investir, ainda mais e de forma mais densa, na aprendizagem dos alunos”, afirmou.

 

O encontro em Alagoinhas será realizado, às 14h, no Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) Litoral Norte/Agreste de Alagoinhas, reunindo todas as 48 escolas ligadas ao Núcleo Territorial de Educação (NTE 18). Neste mesmo dia, pela manhã, o governador cumprirá agenda no distrito de Aramari e, junto com o secretário Jerônimo, visitará o Colégio Estadual Professora Maria do Carmo Santana,. Rui já visitou mais de 300 unidades escolares durante a sua gestão.

 

Ainda em Aramari, o governador irá inaugurar a pavimentação da BA-054, no trecho entre os municípios Aramari e Ouriçangas (próximo ao Posto Aramari) e assinará a ordem de serviço para início das obras de Construção de 15 Unidades Habitacionais na Comunidade Quilombola de Olhos D’Água. O governador fará, ainda, a entrega de um trator e 521 certificados de Cadastro Ambiental Rural (CAR).

A renovação de matrícula nas Escolas Estaduais da Bahia seguem até 17 de dezembro

A renovação de #matrícula nas escolas estaduais da Bahia seguem até 17 de dezembro.  Para renovar a matrícula pela internet, basta acessar http://bit.ly/matriculaestadual2019  e informar os dados da Carta de Renovação entregue pela escola onde o aluno estudou em 2018.

Você também pode consultar o Código de Renovação de matrícula acessando: http://www.sec.ba.gov.br/acessocodigomatricula

+ infos: http://ow.ly/JkyX30mFRZb

IMG-20181126-WA0012

Unidades Escolares da Rede Estadual desenvolvem atividades com o objetivo de discutir a Cultura Negra

O Dia da Consciência Negra (20 de Novembro) inspirou diversas atividades nas Unidades Escolares da Rede Estadual de Ensino. Teatro, dança, apresentação cultural, desfiles e diversos projetos que estão abordando a história afro-brasileira, com o objetivo de discutir a cultura negra nas Unidades Escolares circunscritas no NTE-18.

 

45703860_1034635810042044_3478171675734835200_n 45790831_1034639036708388_1369248390147211264_n IMG-20181109-WA0113

Secretaria de Educação através do NTE-18 realiza Seminário Territorial para Consulta Pública

A Secretaria da Educação através do NTE-18 realizou em 30 de outubro o Seminário Territorial para Consulta Pública presencial sobre o Currículo Referencial para o Estado da Bahia.

O encontro contou com a presença de secretários municipais de educação, técnicos das secretarias municipais de educação, coordenadores pedagógicos, diretores escolares, professores e conselheiros municipais de educação dos 20 municípios que circunscreve o NTE-18.

Momento de debate e participação no processo de elaboração do currículo para o Estado da Bahia que demonstra o interesse dos educadores em construir uma educação de qualidade, levando em consideração as singularidades da nossa Bahia.

45161924_1029199790585646_4835713870523793408_o 45139577_1029200227252269_6312278692940742656_n

Estudantes do Colégio Estadual Padre João Montez de Pojuca desenvolvem projeto para contribuir no combate ao Aedes Aegypti

Ao perceberem o alto índice de casos relacionados ao vírus zika e chikungunya, evolvendo professores e colegas, as estudantes Laíse Conceição de Brito e Beatriz de Souza Bispo, do Colégio Estadual Padre João Montez, em Pojuca, decidiram entender melhor sobre o assunto para tentar contribuir no combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor das doenças.

Com o projeto “Abordagem das viroses (zika e chikungunya) nas instituições de ensino da cidade de Pojuca”, elas buscam incentivar e motivar os estudantes a debaterem o assunto e, assim, atuar na prevenção e combate ao Aedes Aegypti. A proposta é que a partir do primeiro semestre de 2016, sejam criados grupos de leituras nas escolas para obter todas as informações sobre o vírus, e logo após, sejam desenvolvidas ações que combatam a proliferação.

“Vamos iniciar com um grupo experimental na nossa escola e depois pretendemos expandir para as outras unidades. É importante que nós possamos estar atentos para um mal que está trazendo diversos problemas à sociedade. Também queremos que os colegas comecem a debater ações voltadas à saúde e que, muitas vezes, poderiam ser evitadas com a cooperação de todos”, afirma a estudante do 8º ano, Laíse Conceição, 13 anos.

Por meio do projeto, apresentado na 5ª Feira de Ciências da Bahia, durante o 4º Encontro Estudantil da Rede Estadual, as estudantes realizaram uma pesquisa para descobrir o que as escolas e a Secretaria de Saúde Municipal estavam realizando para combater o Aedes Aegypti e como a comunidade escolar pode contribuir para diminuir a incidência da doença. “Nós visitamos três escolas públicas e duas particulares aplicando um formulário para dirigentes, funcionários e estudantes, além da Secretaria de Saúde. Basicamente queríamos saber como as unidades estavam trabalhando para orientar as pessoas sobre os vírus. Na pesquisa também registramos 47 casos de zika e 13 de chikungunya”, destaca Laíse Conceição.

projeto abordagem da zika (6) projeto abordagem da zika (3)

Governo da Bahia realiza eleição para diretores das escolas na quinta-feira com maior participação das famílias

Mais de dois milhões de pessoas estão aptas para escolher os dirigentes das escolas da rede estadual, nas eleições que acontecem nesta quinta-feira (10), simultaneamente, nas escolas da rede estadual de ensino, durante os três turnos. Podem participar da eleição, professores, coordenadores pedagógicos, servidores públicos em exercício na unidade escolar, estudantes a partir de 12 anos de idade com frequência regular e pais ou responsáveis.

A grande novidade nesta eleição é que o Governo da Bahia ampliou para 55% o peso dos votos dos alunos e dos pais. A iniciativa integra o programa Educar para Transformar – um Pacto pela Educação, que propõe maior integração das famílias na escola, pela melhoria da educação pública. A participação da família no processo eleitoral também ganha força, sobretudo, com a atuação do Colegiado Escolar, conselho formado pelo gestor, professores, funcionários, estudantes, pais, mães ou responsáveis pelos estudantes, que se reúnem mensalmente para colaborar com a melhoria da escola e cuja eleição dos membros também foi realizada este ano nas escolas.

Vale destacar que os candidatos aos cargos de diretores escolares (professores e coordenadores pedagógicos) fizeram uma prova de certificação. Além de testar habilidades e conhecimentos nas áreas de gestão pedagógica, a certificação qualifica o candidato para a função de gestor escolar.

DSC_0079

A Escola Estadual dos Rodoviários promove atividade em homenagem a Consciência Negra:Turbante, tambores e tradição

A Escola Estadual dos Rodoviários, em Alagoinhas – NRE 18 lembrou o dia da consciência negra com a culminância do Projeto “Turbantes, Tambores Tradição”. O projeto de autoria dos professores de humanas, contou com a participação, de forma interdisciplinar, de todas as áreas.

Os alunos vivenciaram a cultura africana lembrando os costumes na alimentação, moradia, vocábulos e as vestes dos nossos antepassados africanos.

A África está em nós! Com esse pensamento os alunos foram mediados a pesquisar biografias de personalidades negras ilustres, além de participar de oficinas de turbantes e comidas típicas. No segundo momento, houve apresentações de danças típicas e teatrais promovendo aos alunos, um processo de aprendizagem, reconhecimento e valorização de suas origens de forma lúdica e dinâmica.

Consciência Negra